terça-feira, 2 de agosto de 2011

Viracopos - Juscelino Kubitschek - Portela

Samedi, le 2 juillet 2011

No post de hoje:

  1. Indo para Viracopos
  2. Um dia no JK
  3. Partindo para Portela 
            Sábado, 4h da manhã, acordo, tomo um rápido café da manhã e fecho as malas. Sabiamente decido deixar minha garrafa térmica (que eu iria usar de cantil), pois ela mais parece uma pipe-bomb, e NO WAY que eles iam me deixar entrar com aquilo no avião. Porém, a garrafa plástica de água que levei também não é permitida em vôos internacionais.
            Meu pai me deu uma carona até Viracopos (minha mãe coruja também foi). A última apresentação para o embarque era s 5:50h, mas eu gosto de chegar cedo. Despachar a bagagem foi rápido e logo fui para meu portão.
            Ao meu lado esperava um clone da Ana Hickman. Seus olhos eram tão lindos que resolvi fazer um desenho.

Olho do clone da Ana Hickman

Aguardando com música

            Quando começou o embarque, nos alinhamos à frente do portão que dá acesso aos ônibus que nos levam até o avião. Logo pensei numa piada: “O tiozinho vê o ônibus chegando para pega-lo no aeroporto e diz ao funcionário: Mas eu comprei passagem de avião, moço!”. Não deu 5min, eu juro, um dos funcionários comentou com o outro que uma senhora havia feito isso uns dias atrás.

Vista da janelinha...

O real...

            O avião era pequeno, mas bonito e aconchegante. Foi servido um café da manhã aceitável, mas como eu tinha dúvidas se eu podia ou não ligar eletrônicos durante o vôo (e podia – só não é permitido em decolagem e aterrisagem – ou em situações especiais), não registrei nada, e o dia estava lindo, a paisagem de Campinas até Brasília é estonteante. Vários rios, serras, todas formando aqueles padrões fractais: magnífico.
            Já no JK, a coisa foi demorada, minha conexão seria apenas às 17h, e eu cheguei em Brasília às 9 da manhã. Aí passei o dia desenhando, lendo um e-book (No ano 2889 de Jules Verne) e ouvindo Jethro Tull.

Entrada do JK, vista da escada rolante

Lendo Jules Verne

Voltei para desenhar a entrada

             Tomei um café, comi um pão de batata e mais tarde almocei no Spoletto.


Praça de alimentação com vista para a pista

Tira o olho do meu pão de batata...

Um risoto esquisito (um esquisoto)
        
            Aguardei até as 16h, quando liberaram o portão, aí fui passar pelo detector de metais e ele apitou umas 3 vezes, até que o cara sugeriu que eu tirasse meu cinto. Felizmente era o cinto e felizmente minha calça não caiu. Aí me fizeram tomar toda a água, pois eu tinha que jogar a embalagem fora. Aguardei mais um tanto, liguei pra casa, houve um atraso de 15min, e o avião tava uma zona, sério, parecia o Guarujá em dia da pátria.

Não é o meu avião...


Vista da janelinha

Iniciando decolagem para Lisboa!

            Quando ligaram o vídeo, logo vi (no monitor do rapaz ao lado, pois o meu não funcionava) que em Lisboa já eram 21h! Uau, 4h de fuso. Então, para não ter problemas no dia seguinte, decidi dormir logo que desse. Eles serviram a janta, e como não ia dar pra ver filmes mesmo, já me coloquei em estado de dormência. Enrolei-me no cobertor e tentei achar a posição mais confortável possível, o que não é fácil na classe econômica, mesmo sendo magro.
            Novamente eu não tinha certeza se eu podia ligar a câmera, então não registrei nada. Mas durante a noite eu acordei, me cobri por completo para poder olhar pela janela. Vi um céu lindo, apesar de fosco e um pouco nublado. Vi um avião passando lá em baixo, cruzando nossa rota e vi também duas “estrelas cadentes”, ou melhor, meteoros. Aí dormi de vez...

2 comentários:

  1. Isso aconteceu comigo na minha primeira viagem internacional, tive que me desfazer de uma garrafa de água e de um frasco de creme para mãos.

    Prefiro o olho da vaca!!

    Por que vc pegou um avião em Brasilia e não em São Paulo? Passar o dia no aeroporto, de certa forma pode ser divertido quando não se torna algo corriqueiro...

    Putz, isso quase sempre acontece comigo, o meu monitor não funciona e eu fico vendo apenas o monitor ao lado. Uma vz fiquei na secura pra assistir Batman - O cavaleiro das trevas.

    A propósito, vc está desenhando pra caralho meu... parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Fala Rafa!

    Muito legal o blog, de verdade! Dei altas risadas aqui!

    Essas aventuras são o que fazem a vida valer a pena e fico feliz que tenha vivido isso!

    Um abraço!

    Marcelo Ferraresso

    ResponderExcluir

Olá, fico contente que deseje fazer um comentário. Seja claro e respeitoso, assim todos poderemos tirar um bom proveito! Até mais...